Somos a Amada Massa, uma iniciativa de reparação social. Completamos um ano neste abril de 2019.
Atualmente estamos de portas abertas às segundas e às quintas. Os espaços de acolhimento e trabalho na padaria tornaram-se referência para as pessoas participantes. Queremos que eles sejam ampliados, afinal: A Vida Acontece Todos os Dias!

Para alcançarmos esse objetivo, lançamos uma campanha de financiamento coletivo para compra de equipamentos e melhorias.

Acreditamos que o compartilhamento é uma das principais ferramentas geradoras de reparação e te convidamos a construir essa possibilidade juntas! Acesse aqui.

Amada Massa

A Amada Massa é uma iniciativa de reparação social que tem como intenção colaborar com a construção de autonomia através de um sistema de apoio e de geração de renda para pessoas em vulnerabilidade social. A nossa base financeira e de trabalho é um Clube de Pães na cidade de Porto Alegre/RS. Nossa construção parte da militância na luta pela garantia de direitos de pessoas em situação ou com trajetória de rua e vulnerabilidade social, somada à experimentação em processos de Redução de Danos, de Comunicação Não-Violenta e de Princípios de Justiça Restaurativa.

O Clube de Pães

Através da assinatura mensal, a pessoa assinante fermentadora opta por 01 ou 02 pães por semana e escolhe se quer coletá-los no nosso espaço ou receber diretamente me seu endereço. Consulte nossa área de entrega.

Os Pães

O pão tradicional do clube pesa 500g. É produzido artesanalmente com farinha de trigo orgânica, fermentação natural, água e sal marinho. O pão da semana, também com farinha orgânica e 500g, é sempre uma experimentação de um novo sabor, já foram produzidos pães de batata doce, de aipim, de milho, de beterraba, de couve, de abóbora, com multigrãos, integral com linhaça, de canela, de chocolate…

A Multiplicação e a Geração de Renda

Na primeira fase da iniciativa, os pães eram produzidos na casa da Madá, uma das facilitadoras, e as pessoas participantes realizavam a venda e partilhavam de um espaço de acolhimento baseado em escutas e troca de experiências.

Na segunda fase, alugamos um local e, após capacitação, elas passaram a fazer parte da produção dos pães, das entregas e de muitas outras atividades, permanecendo com a atividade de venda direta e mantendo e potencializando o espaço de acolhimento. Com a estrutura que possuímos, este processo ocorre dois dias por semana, nas segundas e nas quintas.

No momento, trabalhamos para iniciar uma terceira fase, onde aumentaremos a nossa produção, tendo fornadas diárias, proporcionando mais aprendizado, espaços de acolhimento, trabalho e renda, além de aumentar o acesso para mais pessoas pelas mãos e mentes de quem fez acontecer a iniciativa até aqui.

A Rede

Um dos princípios da iniciativa é a formação de redes locais autônomas e independentes. Além das pessoas fermentadoras assinantes do clube, constituímos uma rede de pessoas e iniciativas ao nosso entorno, onde somos apoiados e também apoiamos. Fazem parte dessa rede, indivíduos e iniciativas com atividades afins que participam diretamente para a nossa viabilidade em atividades de facilitação da produção, logística, administração e comunicação. Também pessoas profissionais de audiovisual que se disponibilizam para realizar os registros e produzir material gráfico.

Sistema de Apoio e Construção de Autonomia

Assim como em todas as pessoas, existe uma complexidade na vida de quem tem trajetória ou está em situação de rua. Gerar renda é apenas uma parte do processo de fortalecimento dos indivíduos.
Buscamos a prática de processos que possibilitem a Redução de Danos, maior organização e autonomia. As pessoas em vulnerabilidade social participantes recebem acolhimento pelas pessoas que compõe a rede de apoio da Amada Massa. Baseados nas práticas de Comunicação Não-Violenta, pretendemos investigar as possibilidades de fortalecimento das pessoas a partir de momentos de escutas semanais e introdução e aplicação de princípios de Justiça Restaurativa.

****

Encerramos as submissões de assinaturas para o mês de abril.

Você pode deixar seu contato que entramos em contato quando iniciarmos o próximo ciclo em maio.

Acompanhe nossa campanha de financiamento coletivo aqui.

Agradecemos!

*    *    *    *    *